18/11/2013 10h21

"Amor à Vida": No capítulo de hoje Paloma dá uma surra em Félix

Com informações de 'Caras'

Paloma fica enfurecida e parte para cima de Felix ao saber que o irmão roubou-lhe a filha e jogou-a no lixo (Foto: Reprodução)

Em cena que vai ao ar nesta segunda-feira (18) na novela "Amor à Vida", Paloma (Paolla Oliveira) terá o seu maior confronto com Félix (Mateus Solano) até agora.

Diante de toda a família Khoury, César (Antonio Fagundes) anuncia que tem uma grande revelação a fazer. Nervoso, Félix levanta a possibilidade de que César vai comentar algo sobre ele e Anjinho (Lucas Malvacini), mas não é nada disso. O médico escuta um monte de indiretas de Pilar (Susana Vieira) e do filho, até que resolve ir direto ao assunto: "Foi o Félix que roubou a criança que a Paloma teve no banheiro daquele bar. Roubou a menina e atirou numa caçamba. O Félix!".

Paloma fica pasma: "O que você está dizendo, pai?", pergunta. "O Bruno (Malvino Salvador) encontrou a Paulinha (Klara Castanho) numa caçamba", lembra a médica, atônita com a verdade.

Acuado, Félix não vê outra saída a não ser negar a culpa. "A história do nascimento da Paulinha tem mais de doze anos, e se o meu pai ressuscitou isso agora, é porque quer me destruir. Sim, é isso mesmo, ele quis falar aqui, na sua frente, Paloma, e na frente da minha mamy, porque quer acabar comigo, quer me tirar da presidência do hospital. Que golpe sujo, pai!".

Bruno chama Márcia (Elizabeth Savalla) e Efigênio (Gláucio Gomes), então dono da birosca em que Paloma deu à luz, para pôr tudo em pratos limpos. Antes que eles entrem, Paloma já se volta contra Félix. "Eu sempre te amei como um irmão, sempre acreditei que você me amava. Você atirou a minha filha numa caçamba?"

A pediatra não quer acreditar que o próprio irmão foi capaz disso. No entanto, não resta dúvida da culpa de Félix quando César exibe a echarpe em que Paulinha estava enrolada naquela fatídica noite com as digitais do vilão.

Cega de raiva, Paloma grita, diz que odeia Félix e parte para cima dele, distribuindo tapas com a força dos anos da tristeza acumulada pela distância da filha.

Félix reage: "Eu nunca gostei de você, Paloma. Nunca. Desde menino, quando você chegou e me disseram, 'Felix, você tem uma irmãzinha', eu te considerei uma intrusa. Meu pai nem olhava mais para mim desde que você chegou, Paloma. Você roubou o amor do meu pai".

Ela fica chocada com tanto rancor, mas não perde a chance de verbalizar sua fúria. "Sempre na vida eu estava disposta a te dar amor. Agora, no lugar dele, tem um sentimento tão ruim que nem sei o que é. Por mim, você pode morrer sozinho! Eu nunca mais quero que você se aproxime de mim ou da minha filha. Você tirou os primeiros anos da minha filha. Você tirou um pedaço da minha vida, Félix, e isso eu não posso perdoar. Nunca! Você fala de amor, mas você fede, Félix. Cheira mal", esbraveja Paloma.

Depois de Félix assumir seu crime, falar barbaridades e ser escrachado por todos, principalmente por Paloma, que bate nele e o enfrenta após ouvir toda a história, o vilão fica arrasado e sem forças para rebater qualquer tipo de acusação. Com a família horrorizada, ele não encontra apoio em nenhum lado e se vê sozinho, no chão. Antes de ir embora, Paloma faz questão de se aproximar e falar com o irmão.

Paloma: "A minha vontade é de me vingar de você, te fazer sofrer. Mas vou te dizer uma coisa, eu sempre te dei amor e agora você não tem mais esse amor. Não se aproxima mais de mim, da minha filha e nem da minha família. Por mim, você morre sozinho!", dispara.

Félix ainda tenta se explicar para Pilar, mas a mãe do vilão não quer ouvir e pede para que o filho não fale com ela naquele momento.

* Com informações da Caras

Envie seu Comentário

Anter de escrever seu comentário, Atenção! O PvaNews não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade.

Restam  caracteres

Últimas notícias
Quinta-feira, 30 de Outubro de 2014
Terça-feira, 28 de Outubro de 2014
08:41 Pinga Fogo Borbulhas de gratidão
Domingo, 26 de Outubro de 2014
Quinta-feira, 23 de Outubro de 2014
Sábado, 18 de Outubro de 2014